Acabar com Exame de Ordem é "sandice", defende OAB-RO

http://www.oab.org.br/noticia.asp?id=14709

 

 

Porto Velho (RO), 24/09/2008 - O presidente da Seccional de Rondônia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Hélio Vieira, condenou hoje (24) a possibilidade de a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado votar, em suas próximas sessões, o fim da exigência do Exame da OAB para o exercício da advocacia. "O exame é um importante instrumento de avaliação da capacidade dos advogados colocados à disposição da sociedade. Somente quem não tem compromisso com a defesa da cidadania pode propor essa sandice", disse Vieira, durante contato com acadêmicos da Universidade Federal de Rondônia (Unir) em Vilhena, no extremo Sul de Rondônia.

Hélio Vieira acentua que, enquanto outras categorias profissionais lutam pela instituição de um instrumento como o Exame de Ordem, para aferir as habilidades dos profissionais que serão oferecidos ao mercado de trabalho, alguns políticos, movidos por lobbies, tentam atrapalhar uma das mais nobres profissões, que é a advocacia.

"Vejo o Exame de Ordem como um bom instrumento para aferir a qualidade do ensino jurídico no Brasil. Tanto o é, que o próprio Ministério da Educação o tem como referência na hora de avaliar e classificar as faculdades que ensinam de verdade, separando-as daqueles que cometem o estelionato educacional", acrescentou o presidente da OAB Rondônia.

 

 

 

Ilustre Dr. Presidente da OAB/RO

 

Li sua manifestação a respeito do projeto de abolição do Exame da OAB, que na sua opinião seria uma “sandice”.

Eu gostaria de pedir ao ilustre Dr. que tentasse contestar JURIDICAMENTE os meus argumentos referentes à inconstitucionalidade desse Exame, que podem ser encontrados no link a seguir:

http://www.profpito.com/oexameresumoquestionario.html

 

Atenciosamente,

Fernando Lima