POR FAVOR, AGUARDE

Fernando Lima

Professor de Direito Constitucional

14.06.2009

 

No domingo, 14, faltou energia na Ruy Barbosa. Justamente no domingo, quando a cerveja precisa ficar gelada, a televisão precisa ficar ligada na Copa das Confederações e no noticiário, e o computador precisa ficar ligado, para a elaboração das provas de segunda chamada.

 

Contando ninguém acredita, mas como eu ainda acredito, que o consumidor tem os seus direitos, liguei, inocentemente, para o 08000910196. Depois de digitar meia dúzia de números e depois de informar o número da unidade consumidora, ouvi a ameaça: “esta ligação poderá estar sendo gravada”.

 

Confesso que fiquei com raiva, e com vontade, também, de gravar, eu mesmo, a ligação. Mas você sabe como são essas coisas tecnológicas, e eu deixei para outro momento.

 

E fiquei ouvindo a seguinte gravação, tendo como fundo sonoro uma trilha musical mais apropriada para filme de terror, ou de suspense:

 

“Por favor, aguarde. Sua ligação é muito importante para nós. A Rede Energia atua na distribuição, comercialização e geração de energia. É a responsável pelo abastecimento de cerca de 34% de todo o território nacional. Isso significa atender 15 milhões de pessoas, em 578 municípios, de 7 diferentes estados brasileiros: São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Pará. Rede Energia. Um dos maiores grupos privados do setor elétrico brasileiro.”

 

E fiquei ouvindo, ouvindo, dúzias e dúzias de vezes, essa mesma ligação. Mas eu precisava esperar, porque queria saber quando seria restabelecida a energia, para poder assistir o noticiário, e descobrir, afinal de contas, por que caiu o avião da Air France, se já foi encontrada a sua caixa-preta, quantas pessoas já foram contaminadas pela gripe suína, quantas morreram nas enchentes do Nordeste ou na porta dos hospitais, quem eram os beneficiados pelos decretos secretos do Congresso, se algum deputado ou senador vai ser punido, se já foram encontradas as caixas-pretas do Governo, se a CPI da Petrobrás vai ser mais uma vez adiada, e se a Ministra Dilma vai sarar, ou se o Presidente Lula vai ser obrigado a aceitar, a contra-gosto, o terceiro mandato.

 

Contando ninguém acredita, mas eu liguei para o 0800 exatamente às 10.07 h. e o tempo foi passando, passando, e eu pensando em todos esses problemas, e a gravação repetindo, insistente: “Por favor, aguarde. Sua ligação é muito importante para nós.”

 

E eu fiquei aguardando, aguardando, perdi a Copa das Confederações, e não fui atendido, mas a energia finalmente voltou, e eu resolvi desligar o meu celular, mesmo sem ter sido atendido, porque eu só queria mesmo perguntar quando a energia seria restabelecida. Dessa maneira, por absoluta perda de objeto, desliguei o celular, naquele momento. Contando ninguém acredita: desliguei o celular, sem ter sido atendido, exatamente às 15.04h.

 

Ou seja, uma ligação de quase cinco horas, para a Rede Celpa, que nem foi atendida. Se a minha ligação fosse realmente “muito importante” para eles, acho que eles deveriam contratar alguém para atender os consumidores, no domingo de manhã.

 

Restam duas esperanças: que a minha ligação vá para o Guiness BooK, como a mais demorada no tele-atendimento brasileiro, e que eu não pague a conta dessas cinco horas de ligação inútil.