OAB denunciará juízes proprietários de cursinhos
Intenção é levar todos (os) nomes para análise do CNJ

http://www.oab.org.br/noticia.asp?id=13742

02.06.2008

 

NOTÍCIA COMENTADA por Fernando Lima

Brasília, 01/06/2008 - O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (CNJ) vai denunciar ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) os juízes que são proprietários ou sócios de cursinhos pré-vestibulares preparatórios às faculdades de Direito, ou eventualmente até de cursos de Direito, solicitando punição do órgão de controle externo da magistratura.

A decisão foi anunciada pelo presidente nacional da OAB, Cezar Britto, ao receber denúncias de membros do Colégio de Presidentes de Seccionais da entidade, reunidos em Bento Gonçalves (RS). A proposta de um pedido de previdências ao CNJ foi apresentada pelo presidente da OAB de Goiás, Miguel Cançado - que denunciou a ocorrência desses casos no Estado - e apontou com apoio da unanimidade dos presentes ao encontro.

Britto destacou que o procedimento de magistrados que são donos de cursos pré-vestibulares, que estariam se proliferando, é afronta à Constituição, além de concorrer para a mercantilização e má qualidade do ensino jurídico. Ele solicitou aos presidentes das 27 Seccionais da OAB do País que enviem ao Conselho Federal da entidade o mais rapidamente possível levantamento sobre a existência dos cursos de propriedade de magistrados ou de seus familiares, para reforçar a ação que será proposta pela OAB ao CNJ.

 

COMENTÁRIOS:

Eu não agüento!!!

 

 E como não existe um Conselho Nacional da Advocacia, para quem nós poderíamos denunciar os conselheiros da OAB que são proprietários, sócios ou professores de cursinhos preparatórios para o Exame da própria OAB?

 

No Distrito Federal, o próprio Presidente da Comissão de Exame de Ordem era Coordenador do Curso de Direito da UNB! A Polícia Federal está apurando diversas denúncias, que envolvem até mesmo o filho desse Conselheiro.

 

Em Goiás, na Operação Passando a Limpo, da Polícia Federal, foram presos os próprios conselheiros da OAB que estavam envolvidos com o Exame de Ordem!

 

Em outros Estados, também surgiram diversas denúncias, mas em todos eles a divulgação foi muito restrita, praticamente limitada à internet. Parece que a grande mídia não se interessa por esse tipo de denúncias...

 

Em Alagoas, existia um cursinho preparatório realizado pela própria ESA da OAB. Vejam em: http://www.profpito.com/al.html

 

Vejam também este curso preparatório no Maranhão: http://www.jornalpequeno.com.br/2004/10/16/Pagina6468.htm

 

Mais recente ainda: começa hoje, 02.06.2008, um curso preparatório para o Exame da OAB, na ESA de Niterói. Vejam em:

http://www.profpito.com/CursopreparatrioparaoExOrdemjunhonaOAB.html

 

Assim, a pergunta é: como pode a OAB denunciar os juízes proprietários de cursinhos, se existirem conselheiros da OAB e professores da ESA envolvidos com os cursinhos preparatórios para o Exame da própria OAB???

 

Outra pergunta: os conselheiros da OAB, que defendem o Exame de Ordem, podem ser proprietários, dirigentes ou professores dos Cursos de Direito, que aprovam esses mesmos bacharéis que depois serão reprovados pelo Exame de Ordem??

 

Sabe-se que mesmo as “melhores” faculdades aprovam apenas 50% dos inscritos no Exame da OAB.

 

Como seria possível, então?

 

Depois de aprovados pelas faculdades, a OAB reprova, em certos casos, 90% desses bacharéis!!!

 

Portanto, esses mesmos “professores”, que aprovam os bacharéis, em nossos cursos jurídicos, vestem depois a máscara de conselheiros da OAB, e dizem que os bacharéis são despreparados, e por isso devem ser impedidos de advogar!!!!

 

A novela da Globo, “Duas Caras”, já está em seus últimos capítulos...

 

Portanto, prezados colegas do MNBD, verifiquem, por favor, o que já foi apurado, em relação às fraudes no Exame de Ordem, nos diversos Estados.

 

Verifiquem, também, se existem conselheiros da OAB, e professores da ESA, ou familiares, envolvidos com os cursinhos preparatórios para o Exame, ou que sejam, por acaso, proprietários ou sócios de Faculdades de Direito, ou que tenham parentes que estejam nessa mesma situação.

 

E enviem, por favor, à nossa Secretária, a colega Thamar, o mais rapidamente possível, todas essas informações.