MANDEI  UM E.MAIL PARA A RÁDIO ELDORADO:

 

Ao ilustre Presidente da OAB:

 

Dizer que o Exame de Ordem é necessário não prova a sua constitucionalidade.

A Constituição Federal diz, no art. 209, que compete ao PODER PÚBLICO avaliar o ensino. Não cabe à OAB, portanto.

 

Além disso, o Exame é formalmente inconstitucional, porque NÃO FOI REGULAMENTADO pelo Presidente da República, mas por um Provimento da própria OAB.

 

E, finalmente, mas não menos importante, o Exame atenta contra a isonomia, porque somente se aplica aos advogados. Será que um médico "despreparado", por exemplo, não poderia causar mais danos do que um advogado???