DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO POR JANE C.

15.07.2008

 

Concordo plenamente com os machistas que são contra a descriminalização do aborto. Vamos à raiz do problema: É muito simples! Basta que estes sejam muito machos e nunca mais mantenham relação sexual com uma mulher. Assim, não haverá gravidez e, conseqüentemente, não haverá aborto.

 

Aqui a questão está resolvida! Não precisam pensar, muito menos, criar uma Assembléia Constituinte Originária, tendo de ressuscitar os mortos. Fácil, rápido e prático!!!!! 

 

Ainda têm o despautério de sequer preocuparem-se com a integridade física e psicológica da MULHER, que é o que está em jogo, pois sem a fêmea, não há conjunção carnal, concepção, feto e coisa alguma. Realmente, entre um ser com vida, "já vivo", devemos nos preocupar e dar toda atenção a outro ser, que não se sabe, se vai ou não nascer com vida!?!?

 

Que direito à vida é este?

 

O mundo está um verdadeiro caos...

 

O que mais se vê, são mulheres "sozinhas" e desamparadas carregando seus filhos nas costas e tendo de trabalhar para sustentá-los. E com o irrisório valor do salário mínimo brasileiro, estas mães são privadas de acompanhar a vida dos filhos, ou seja, de lhes dar maior atenção, educação, base, estrutura, segurança... Por terem de arcar com todas as responsabilidades (de Pai e Mãe).

 

Diante de todo este contexto, os machos, ainda, sentem-se no direito de querer tirar o corpo fora, deixando tudo recair sobre a MULHER?

 

Quanto aos que têm SABEDORIA, ou seja, inteligência com sensibilidade, preocupados e enxergando o aspecto de maior relevância no caso em voga, ou seja, o objeto da discussão que é a MULHER, sua integridade física e psicológica, devem-se concentrar, sempre, ao fato concreto. Cada caso é um caso. Só...  E somente só, a gestante é que vai poder escolher o que pensa e deve ser melhor para ela, tentando solucionar da melhor maneira possível, com assistência multidisciplinar adequada, como social, médica, psicológica, familiar, etc.

 

Mas como no Brasil esta realidade só se encaixa aos abastados, óbvio que a descriminalização do aborto deve ocorrer e rápido.

 

Nós mulheres estamos cansadas de ser tratadas como objetos.

 

 

ELUCIDANDO:

 

Quem criou toda uma polêmica contra o aborto foi, principalmente, a religião católica e seus adeptos.

 

O que mais me espanta é a falta de senso crítico de todos os, operadores ou não do direito, que ao menos cursaram Direito, essencialmente, história das instituições e ainda são contra a descriminalização do aborto.

 

Relembrando:

 

1. Quem praticou as maiores atrocidades, barbáries, torturas, violências, crueldades na Idade Média com a criação da Inquisição? Os inquisidores, sacerdotes da Igreja Católica.

 

2. Como, os sacerdotes católicos, pregavam a Justiça? Um dos exemplos, com a morte na fogueira, onde os condenados eram queimados vivos em plena praça pública.

 

3. Como, os mesmos sacerdotes, consideravam as mulheres? Simplesmente as mulheres não eram seres humanos racionais, eram "res", mero objeto, até obrigando-as a servirem de desafogo às suas lascívias.

 

Origem do machismo exacerbado, pensamento deveras preconceituoso, arraigado até a modernidade e impiedosamente transmitido de geração a geração, tornando-se hábito e virando costume. Sentimento deliberadamente aceito pelos homens, se apoiando num naturalismo para resignar-se aos sofrimentos da mulher.

 

"As dores da gravidez – esse pesado sacrifício exigido da mulher em troca de um rápido e incerto prazer – chegaram a ser o tema de muitas chalaças. Compreende-se que os homens não tenham tido nenhum escrúpulo em denegar a sua companheira à felicidade sexual." [1]

 

                Os machistas sempre tiram o corpo fora, seres alienados e insanos. Qual destes garanhões "inconscientes" vai sair precavido com camisinha e a pílula do dia seguinte? Ou, preocupado com sua parceira, vai submeter-se a uma vasectomia?

 

                A prostituição não é crime, a sexualidade e o erotismo estão presentes em tudo, o tempo todo, aflorando e sendo incentivados cada vez mais. Não é um tanto contraditório?!?! Todos querem o bem-bom, mas a conseqüência só recai sobre a MULHER!?!?

 

4. Os padres católicos não podem contrair matrimônio. Assim é fácil e cômodo dizer que o aborto é crime. O que ocorreu nos bastidores da Igreja? Apenas, atentado violento ao pudor juntamente com pedofilia. Sem problema, porque entre homens não há a possibilidade de gravidez, nenhum ser é gerado. "Faz o que eu digo, mas não faz o que faço..."

 

5. Faz-me rir, um pregador da palavra do Ser Supremo, dizendo, hipocritamente, crer e ter fé Nele, acreditar que um aborto vai pôr fim a uma vida!!

 

O que foi a ressurreição de Jesus Cristo? Vida após a morte.

 

"A vida é apenas um estágio para o aprimoramento do espírito."

 

Neste plano cada ser é único, cada qual tem sua missão e esse ser cumpriu a sua missão neste plano, continuando a sua caminhada em busca do seu aperfeiçoamento em outro lugar melhor.

 

Deus sabe o que é melhor para cada ser. "Deus escreve certo por linhas tortas."

 

Neste contexto, a mulher é que sofrerá tendo de se submeter a uma intervenção médica.

 

Quem, em sã consciência, pode pensar que esta situação é prazerosa para uma mulher?

 

6. Quantas mulheres já ficaram grávidas mesmo com DIU, tomando anticoncepcional, com camisinha, calculando tabelinha, etc. Mulheres com acompanhamento médico e informadas. Imaginem as outras, sem informação e sem dinheiro?!?! E quanto aos meios anticonceptivos, existem mulheres que não podem tomar pílula ou não se adaptam ao DIU, por motivos de saúde, etc. Cada qual com suas diferenças e individualidades orgânicas.

 

7. Alguém vai deixar de fazer sexo, principalmente os(as) insaciáveis?

 

8. Por que as pessoas são tão hipócritas? E só enxergam defeitos nos outros e não se olham no espelho?

 

Nesta polêmica, tanto os homens como as mulheres têm de ter responsabilidade e sabemos que não têm. Falou em sexo, ninguém está aí com nada, comprovado pelo número crescente de aidéticos. Se não ligam para a própria vida, vão ter consciência de que poderão estar gerando uma vida?

 

Ah!!! Me poupem!!!!! Pimenta no dos outros é refresco!!!!



[1] BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: a experiência vivida. v. 2, p. 177.