Aprovação acima da média para OAB

O Liberal, 24.10.2007

ADVOGADOS

Média nacional foi de 19%, mas Pará teve 34,7% de seus bacharéis aprovados

O Pará manteve aprovação acima da média nacional no exame da Ordem dos Advogados do Brasil - Secção do Pará (OAB/PA). De acordo com o resultado divulgado na última sexta-feira, passaram na prova 34,7% dos candidatos; a média no país foi de 19% no primeiro exame de 2007.

Nesta segunda seleção do ano, 255 bacharéis em Direito foram aprovados para se tornarem advogados, por meio da inscrição na OAB. Desse total, 184 são de Belém, 15 de Marabá e 26 de Santarém. Houve 666 candidatos, sendo que 508 em Belém, 51 em Marabá e 107 em Santarém.

Na prova anterior realizado pela OAB/PA, em abril deste ano, o índice de aprovação foi um pouco menor, de 31,9%. Já o índice de faltosos permaneceu quase inalterado, em torno de 2,5%. Na primeira etapa do teste, realizada em agosto, os candidatos responderam a 100 questões objetivas; na segunda, houve prova prática.

Esta foi a primeira participação da OAB/PA na unificação do exame da ordem. O teste costumava ser diferente em cada Estado, mas agora a maioria das seccionais da Ordem se programa para realizar a prova no mesmo dia e com conteúdo igual. O certame foi realizado pelo Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe) da Universidade de Brasília (UNB).

COMPARAÇÃO

Até ontem, 22, poucas seccionais da OAB haviam divulgado o resultado oficial do exame mais recente, realizado em agosto. Uma dessas foi a do Maranhão, que teve índice de 25% de aprovação, isto é, passaram 301 dos 1.218 candidatos inscritos.

A seccional da OAB em Pernambuco também informou a relação dos que passaram no segundo exame de 2007. Com 34,7% de aprovação, o Estado teve um desempenho igual ao Pará. Foram 1.394 bacharéis inscritos que compareceram à prova objetiva. O percentual foi ainda maior do que na primeira prova realizada este ano, quando o índice de aprovação foi de 33,08% - colocando Pernambuco em quarto lugar no ranking nacional entre os Estados que realizam o exame unificado.